Semana da Criança no Grupo Escolar Nilo Peçanha. São Gonçalo, 1939.
Autoria não identificada.

Fundado em 21/04/1917, o “Nilo Peçanha” foi o primeiro Grupo Escolar em São Gonçalo. A prestigiada professora Albertina Campos foi sua 1ª diretora. Em pé, ao fundo: 4º, professor Achilles Vivas; 6º, jornalista e advogado Antônio Vieira de Macedo.


Posse da diretoria do Patronato de Menores. São Gonçalo, década de 1930.
Autoria não identificada.

Fundado com o nome de Patronato de Menores Abandonados, foi a mais antiga instituição filantrópica do município. Inspirada nas escolas técnicas norte-americanas e belgas, possuía cursos profissionalizantes de carpintaria, sapataria e alfaiataria. Sua banda acompanhava tradicionalmente as solenidades municipais.



Inauguração do Preventório Vista Alegre. São Gonçalo, 27/08/1940.
Autoria não identificada.

O Preventório era um internato que atendia a crianças, de ambos os sexos, filhas sadias de pais hansenianos (portadores de lepra). Presentes, da esquerda para a direita: Gustavo Capanema, Ministro da Educação e Saúde Pública (1934-1945) do governo de Getúlio Vargas e Ernani do Amaral Peixoto, interventor do Estado do Rio de Janeiro (1937-1945).


Inauguração do parque de exercícios Alzira Vargas do Amaral Peixoto na Escola Típica Rural Júlio Lima, no Laranjal (atual Escola Municipal Estephânia de Carvalho). São Gonçalo, entre 1940 e 1941.
Fotógrafo: M. Fonseca photographo, Nictheroy.

Da esquerda para a direita, no 1º plano: 5º, prefeito Nelson Correia Monteiro; 6º, Monsenhor Rocha, pároco da Igreja Matriz de São Gonçalo.



Comemoração do Dia da Bandeira em frente ao Colégio São Gonçalo. Década de 1940.
Autoria não identificada.

Ao fundo, em 2º e 3º planos, respectivamente, o Centro de Puericultura e o Hospital de São Gonçalo.



Instalação solene do Pelotão da Saúde ‘Dr. Luiz Palmier’ no Grupo Escolar Nilo Peçanha. São Gonçalo, 1941.

Autoria não identificada.

Organizaram-se em várias escolas grupos de alunos visando a educação sanitária. Pode-se perceber, nas duas extremidades da parede, as frases “Lave sempre as mãos” e “Combata as moscas”. Entre outros, da esquerda para a direita: 1º, jornalista Belarmino de Mattos; 2º, Achilles Vivas; 4º, prefeito Nelson Correia Monteiro.


Comemoração do Jubileu do Grupo Escolar Nilo Peçanha e do Sesquicentenário da Inconfidência Mineira. São Gonçalo, 1942”.
Fotógrafo: M. Fonseca photographo, Nictheroy.



Professores e alunos do Instituto Profissional de São Gonçalo. 1942.
Autoria não identificada.

Sentados: 2º, Olga Palmier; 4º, professora Albertina Campos; 7º, Ainda Vieira de Souza.


Comemoração cívica no Colégio São Gonçalo. Entre 1942 e 1945.
Autoria não identificada.

O Colégio São Gonçalo foi fundado em 10/11/1941 pela professora Maria Estephânia Mello de Carvalho e seu esposo Zeno Bellido de Carvalho. Sentados, da esquerda para a direita: 4º, Gilberto Afonso Pires; 7º, prefeito Nelson Correia Monteiro; 8ª, professora Estephânia de Carvalho, então diretora.


Desfile cívico pelas ruas do centro de São Gonçalo. Entre 1950 e 1955.
Fotógrafo: Sinésio Pires Cavalcante.

À frente, escolares do Ginásio Orlando Rangel, então dirigido por Luiz Palmier. Foi criado pela CNEG – Campanha Nacional de Educandários Gratuitos, da qual Luiz Palmier foi Vice-Presidente da Seção Estadual.